quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Meu interior.. #3


Esqueci que tenho esse Blogue, lembrei hoje que tive consulta com uma psicóloga, aliás, comecei hoje com a Dra. Helena, um amor de pessoa, mas... não sei.

Estou confusa, não é de hoje, e por mais que o tempo passe eu me sinto tão confusa quanto eu pensava estar confusa, por exemplo, no mês passado. Não estou conseguindo raciocinar direito, lembrar do que eu tenho que fazer, me organizar esta se tornando difícil.

A consulta hoje até que foi produtiva, pois consegui desenvolver um rumo na conversa. Por ser uma “avaliação”, pois é a primeira vez (coisas de convênios), onde eu teria que resumir o porque procurei um profissional em psicologia e porque passo com psiquiatra.

Pois bem, começo um “tratamento” a partir de semana que vem. Segundo a Dra., vai me ajudar a entender o porque de tudo que sinto e fazer cessar as dores. Meu cansaço excessivo irá se controlar, ou sumir, e poderei ter uma vida normal como todo mundo.. Vamos ver, né?!!

Amanhã eu conto quais são as dores pra você ai, anônimo querido.. J

Beijos.

*Música do momento no replay, replay, replay: Tool – No Quarter. 

terça-feira, 31 de julho de 2012

Meu interior.. #2

Fui trabalhar e meu emprego estava lá. Levei uma leve “bronca” por eu não ter avisado antes dos meus compromissos, mas tudo bem, coloquei um sorriso na cara e relevei por ter sido minha culpa.

Como eu passo em vários médicos, uma ou duas vezes por mês preciso faltar. Aliás, uma ou duas vezes por mês porque eu “me viro nos 30”, pois em meio a tratamentos e fisioterapias eu precisaria de uma semana por mês. Então, uma ou duas vezes por mês “engulo sapos”, avisando ou não avisando que preciso me ausentar..

Vai fazer um ano que trabalho num escritório de engenharia e agradeço a Deus por ser perto da minha casa e de segunda à sexta, caso contrário não teria passado do quinto mês. Por que? Porque lido com dores todos os dias e toda hora desde meus 12 anos por eu ter algumas irregularidades na coluna, que eu contarei no próximo post junto com o porque que sou depressiva.

Agradeço a Deus, também, por eu não lidar com pessoas o tempo todo. Pessoas me estressam e, por enquanto, não consigo tolerar desconhecidos, principalmente se eles me pedem informações, perguntam preços ou vem com conversinhas desinteressantes.

Não, eu não sou antissocial (Ou sou?!). Tenho amigos que amo muito, se eu pudesse passaríamos o dia inteiro juntos “tricotando” sobre tudo. E já me dei conta que muitos não tem culpa dessa minha “raiva”, então, sou sempre educada e sorrio mesmo estando sem vontade..

 Por fim, por hoje é só.. ;)

Musica do momento no replay, replay, replay: Continuo com Pixies – Where is my mind?

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Meu interior.. # 1


Nem percebi como passou tão rápido os dias, já faz 9 meses (nasceu, rs) que eu abri este Blog. Eu estava na dúvida se continuava por aqui ou se excluía, depois de muito pensar estou “de volta” (em termos, pois mal entrei).

No ano passado eu tinha alguns planos pra cá, mas hoje estou com outros – ou estou com os mesmos planos e esqueci que os outros são os mesmos. Enfim. Farei daqui meu diário proibido pessoal e serei sincera em todas as linhas.

Desde fevereiro eu não passava no psiquiatra, então voltei a estaca 0. A antiga psiquiatra era muito longe, três horas de viagem, e eu não estava/estou legal pra pegar busão (busão sim), nem metrô, nem taxi (pois era esse o trajeto). Meu estômago esta mais sensível que nos últimos tempos e a enxaqueca piorou, então, uma hora dentro de qualquer transporte me faz vomitar.

Hoje passei pela primeira vez com o Dr. Yvan. Ele disse pra eu voltar com o psicólogo pra conversar sobre meus dias e contar o resumo pra ele para que assim ele possa me avaliar e me controlar com os medicamentos.

Eu estava desde fevereiro sem psique, mas continuo, há três anos, com a Fluoxetina (40mg) e Amitriptilina (50mg). Como eu conseguia a medicação sem a psique? Com meu ortopedista que já me conhece há alguns anos. Eu pedia pra ele “quebrar essa” de me prescrever as receitas senão eu endoidava. E ele, bonzinho, me ajudou nesses tempos.. ^^

Post chato esse, né? É, eu também achei, mas fazer o que se a minha vida esta assim, tão chata quanto esse post.. E amanhã vai estar mais chato ainda, pois, com certeza, estarei nervosa com meu patrão me enchendo a paciência do porque eu não fui trabalhar depois do almoço.. #oremos.

Amanhã eu volto pra falar sobre trabalho, dor e saco cheio.

Beijos J

*Música do momento no replay, replay, replay: Pixies – Where is my mind?